Agosto começa vacinando cães e gatos de Bálsamo

Da Assessoria

Corrêa Netto

Com o intuito de alcançar a meta e vacinar pelo menos 85% da população de cães e gatos do município, a Diretoria Municipal de Saúde de Bálsamo começa nessa quarta-feira, dia 01 de agosto a Campanha de Vacinação Antirrábica que segue em diversos pontos da cidade de segunda a sexta-feira das 17h00 as 21h00, aos sábados das 08h00 as 12h00, exceto nos domingos dias 05 e 12.

Este ano, como em 2017, o tema da campanha é: “Seu Melhor Amigo Também precisa de Um Melhor Amigo!”.

Os moradores poderão levar seus cães e gatos para serem imunizados em unidades volantes (Anexo à Matéria). A ação seguirá nessas áreas até segunda-feira dia 13 de agosto.

De acordo com informações da prefeitura, o objetivo é chegar à erradicação da doença, que é transmitida através da saliva de animais infectados. “A meta é imunizar pelo menos 85% da população canina durante a campanha. Graças a ações como essa, Bálsamo nunca registrou casos de raiva humana”, afirmou o Diretor de Saúde Dr. Manuel da Silva.

Embora, nos dias de hoje, a raiva seja uma doença considerada um tanto incomum, ela ainda é tida como uma grande preocupação por parte dos donos de pets. Incurável nos animais e fatal em 100% dos casos, a doença é uma zoonose e, portanto, também pode afetar os seres humanos – sendo que a vacina antirrábica é, ainda hoje, a sua única forma de prevenção.

Tendo isso em vista, no Brasil, a maioria dos estados e municípios promovem campanhas anuais de combate à doença, incentivando que os donos de pets levem seus bichinhos de estimação para que a vacina antirrábica possa ser administrada. No entanto, como ainda há uma grande quantidade de animais abandonados por todo o País, a transmissão da doença não é algo descartado.

Transmitida por meio da saliva dos animais contaminados, a raiva é passada, principalmente, pela mordida dos animais doentes – sejam eles gatos ou cães. Nos cachorros e no homem, o vírus da doença pode permanecer encubado por até 2 meses antes que os seus sintomas (também bastante similares) comecem a aparecer; sendo que, nos gatos, a doença destaca sinais diferenciados, mas não menos agressivos.

Segundo Dr. Manuel, as vacinas não serão serão entregues aos proprietários por ordem da Vigilância Sanitária do Estado de São Paulo.

CONFIRA LOCAIS DE VACINAÇÃO NO CALENDÁRIO ANEXO À MATÉRIA.

31/07/2018

Vacinando cães e gatos de Bálsamo
Vacinando cães e gatos de Bálsamo
Vacinando cães e gatos de Bálsamo
Vacinando cães e gatos de Bálsamo

Comentários