Imprimir Postagem
Escolas Letícia Sanches e João Flores voltam atividades

O CEMEI Letícia da Silva Sanches e a EMEFEI João Soler Flores passaram por reformas, revitalizações e limpeza para receberem  os alunos no dia 20 de setembro, seguindo todos os protocolos de prevenção contra o Covid-19.

O prefeito Du Lourenço esteve fiscalizando. “Todas as unidades escolares passaram por revitalização e limpeza para receberem nossos alunos depois de tanto tempo longe das suas atividades. Visitei todas e como é bom ver tudo isso e saber que aos poucos estamos vencendo esta pandemia. Fiquei até emocionado vendo todo o zelo e carinho nos prédios destas escolas. Nossas professoras e profissionais de educação são muito zelosas e fazem tudo com muito amor e dedicação”, disse o prefeito Du.

As escolas Modesto José Moreira (municipal) e a Joaquim Silvio Nogueira (estadual) já haviam retornado as atividades no dia 01 de setembro. Agora foi a vez das infantis retomarem em esquema de revezamento e horários reduzidos com a divisão de turmas.

Meio período.

Todas as unidades educacionais funcionam “meio período”, ou seja: alunos matutinos entram às 7H00 e saem às 11H00, os vespertinos entram às 12h30 e saem 16H30. Neste esquema, vale ressaltar que a CEMEI Letícia Sanches e a e a EMEFEI João Flores retomam apenas a parte pedagógica, a recreativa fica para uma próxima oportunidade.

Conselho votou pela volta.

        O prefeito Du Lourenço, preocupado com a situação dos pais com seus filhos em casa e também receoso com o vírus, criou, junto do diretor de educação, professor João Manoel Fonte o Conselho de Educação para tratar do assunto da volta ás aulas em Bálsamo.

        Formado por profissionais das áreas da educação e saúde, sociedade civil, conselho tutelar e vereadores, o conselho se reuniu por duas vezes e no dia 12 de agosto, votaram pela volta as aulas presenciais.

        “Nossa maior preocupação é com a saúde de nossas crianças. Por isso vamos retornar com este esquema de revezamento que foi calculado e estudado por profissionais e confiar que aos poucos voltaremos a nossa rotina normal”, finalizou Du.

Comentários

Indique para um amigo

Use este formulário para indicar esta postagem para um amigo.

 Digite o texto no campo abaixo.

Mais notícias sobre Educação