História | Prefeitura de Bálsamo

História

Postado dia 29/12/2016

História

Bálsamo, cidade das Palmeiras  

O município de Bálsamo foi fundado em 17 de novembro de 1920, porém, seu nome não se deve ao aroma agradável de algumas plantas, como sugere o dicionário. Na verdade, seu nome se deve ao Córrego do Bálsamo, riacho assim intitulado devido à grande quantidade de pés de bálsamo existentes em sua margem. Este pé é mais conhecido como cabreúva, árvore de madeira de lei, muito abundante à época e praticamente extinto da região nos dias de hoje.

As terras pertenciam a Lourença Diogo Ayala e seus filhos, Pedro e Salustiano. Vizinho a eles, o engenheiro José Portugal Freixo, dono de milhares de alqueires de terra na região, pediu a seu sobrinho, Cândido Brasil Estrela, que demarcasse as áreas da fazenda Bálsamo, recentemente comprada pelos irmãos Ayala. Cândido pediu, então, a doação de parte da margem esquerda da cabeceira do córrego para a formação de um patrimônio, o que foi aceito. Uma estrada foi aberta, então, cortando as terras, com o apoio de Feliciano Sales Cunha, e, no na década de 20, uma garagem foi construída ali.

Em 17 de novembro de 1920, teve início o povoado “Nova Paz de Bálsamo”, após a doação de uma capela, pela família Ayala, além de outras substanciais contribuições, chamado, em pouco tempo, simplesmente “Garage”, para então, ser nomeada Bálsamo.

Rapidamente o povoado cresceu, devido ao avanço das lavouras de café e a fundação de Mirassol, na década de 10. Em pouco tempo cresceram o número de casas de alvenaria e o comércio local. Em março de 1923 instalou-se o Distrito Policial.

Os pioneiros eram mineiros, mas a eles se juntaram italianos, portugueses nordestinos e, sobretudo, espanhóis, que eram em maior número e se dedicaram mais ao comércio.

Na década de 50 chegou a Estrada de Ferro, trazendo modernidade e facilitando o transporte do país. Na década de 60 a rodovia foi asfaltada.

Apesar de sua formação agrícola, atualmente a cidade é movimentada pelo comércio e pela prestação de serviços.

Bálsamo também é conhecida como “Cidade das Palmeiras”, porém poucos sabem por quê.

Os jardins públicos da cidade foram planejados e construídos na gestão do então vice-prefeito Yolando Vidigal, no final da década de 30. Yolando, que era, além de dentista, fazendeiro e industrial, trocou o Rio de Janeiro por Bálsamo, em 1922, e, por conta dos jardins, decidiu trazer de lá algumas mudas de Palmeiras Imperiais, muito comuns por lá. Devido a seu tamanho e belezas marcantes, conforme cresciam em redor da praça chamavam a atenção dos moradores, que apelidaram, carinhosamente, o município de “Cidade das Palmeiras”. Hoje, elas podem ser encontradas por toda a cidade, deixando a paisagem mais bonita e agradável.

Link para o Blog Bálsamo Histórica

História