Imprimir Postagem
Prefeito Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano com reestruturação administrativa.

Da Assessoria

Corrêa Netto

“Consciência limpa serve de travesseiro macio”, com essa frase o Chefe de Gabinete do prefeito Du Lourenço, José Eduardo Naliati Junior, o Junior Naliati resumiu a questão da remodelação administrativa por que passa a prefeitura de Bálsamo.

O projeto de Lei Complementar 01/2017 que será votado pela Câmara Municipal de Bálsamo na noite dessa sexta-feira, dia 13 de janeiro, trata da Reestruturação Administrativa da Prefeitura, extingue 41 cargos de livre nomeação que ocupavam o quadro de funcionários municipais até 31 de dezembro de 2016 e que serão substituídos por 33, dos 59 propostos no corpo do projeto, 8 a menos.” Com essa proposta criamos uma estrutura administrativa para os próximos 30 anos, hoje vamos nomear 33, mais daqui a 20 anos quem for o prefeito as vezes precisará do restante”, contou o prefeito Du Lourenço. Num momento de crise financeira em que atravessa o país o prefeito garante que irá gerar uma economia de até R$ 50 mil por ano aos cofres públicos.

“A matemática é a ciência exata e devemos fazer comparação do que vinha sendo feito até o ano passado”, garantiu Du. Na noite de quinta-feira, dia 12 de janeiro, véspera da votação do projeto que será apreciado pelos 9 vereadores, o prefeito foi até a câmara municipal e com muita humildade apresentou os números e as mudanças propostas por ele.

“O que encontramos foi uma situação que se eu continuar praticando, com certeza serei enquadrado na LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal)”, explicou.” Não se trata de acomodar correligionários, o quadro que proponho contratar será composto de profissionais com formação acadêmica adequada para atender cada setor e as nossas necessidades, e também para que possamos emplacar o nosso modelo de gestão”, emendou.

O prefeito deixou claro que vivemos num pais democrático e que cada vereador deve votar de acordo com a sua consciência, mas, o que se opor ao projeto é porque está a favor de um modelo sucateado em que desvia-se funções, desvaloriza o bom profissional e complementa salário pagando de maneira incorreta a chamada “gratificação por fora”. “É inadmissível ver funcionários inocentes desviando funções, alguém lotado para prestar serviços na Casa da Agricultura e que nunca nem foi lá, outro caso era de funcionária lotada no Centro de Referência e Assistência Social, o CRAS e que trabalha em outra repartição. As pessoas não tem culpa disso, o administrador sim, vamos consertar o que vinha errado, gerar economia e virar essa página da história”, finalizou.

Para o vereador Paulo Silingardi, atual presidente da Câmara que está em seu terceiro mandato a ida do prefeito ao legislativo é algo sem precedentes desde que ele é vereador. O veterano João Pedro, que já foi vereador no passado e voltou para a legislatura 2017/2020 disse que só o saudoso prefeito Luiz Steque agia dessa maneira, já para os vereadores de oposição  Ailton Bereta e Paulo Carteiro, a reunião com o prefeito foi de grande aproveitamento e com a explanação do chefe do executivo deverão votar favoravelmente á proposta.

O vereador Bruno Xavier que tenta emplacar uma oposição sistemática ao prefeito reconheceu o que foi dito em relação a economia, aos desvios de função, a duplicidade de salários com gratificação inconstitucional, mas não falou com a imprensa no final da reunião e saiu sem ter definido o seu voto.

Palavras-chave

Prefeito Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano com reestruturação administrativa.

13/01/2017

Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano
Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano
Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano
Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano
Du Lourenço irá economizar até R$ 50 mil por ano

Comentários

Indique para um amigo

Use este formulário para indicar esta postagem para um amigo.

 Digite o texto no campo abaixo.

Mais notícias sobre Cidade