Imprimir Postagem
Uso de máscara se torna obrigatório em todo estado de São Paulo

Segundo o governador João Dória, a obrigatoriedade se faz necessária no contexto da pandemia Covid-19 (Coronavírus).

 

Da Redação.

 

        O uso de máscara de proteção facial se tornou obrigatório no estado de São Paulo desde o dia 07 de abril, de acordo com o Decreto Estadual 64.959/20.

        Segundo o governador João Dória, a obrigatoriedade se faz necessária no contexto da pandemia Covid-19 (Coronavírus). “A medida deverá ser seguida para todos que estejam caminhando ou acessando estabelecimentos comerciais essenciais ou departamentos públicos em qualquer local do estado”, disse.

        O uso da máscara, segundo o documento, constitui numa medida adicional ao distanciamento social para preparação e resposta durante intervalo de aceleração epidêmica.

        Quem for flagrado sem máscara pode sofrer sanções que vão, desde advertência, até multa e prisão. O pagamento da multa varia de R$ 276 a R$ 276 mil. A responsabilidade sobre o uso de máscaras ficou a cargo das prefeituras e a medida dura enquanto o estado estiver em situação de quarentena.

A importância da máscara.

        Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o uso de máscara em situações de quarentena é necessário para impedir a propagação de gotículas contaminadas que ficam no ar. Pesquisas mostram que casos avançam através de assintomáticos que propagam o vírus chegando aos considerados grupos de risco, aumentando o contágio.

São Paulo lidera números de casos.

        O estado de São Paulo é o epicentro da pandemia no Brasil. Foi o primeiro a tomar medidas cautelares de isolamento e agora tenta viabilizar uma abertura econômica em parte do território, desde que a região atenda os requisitos mínimos de cumprimento da quarentena.

        Até o dia 08 de maio já registravam mais de 39 mil casos confirmados. No Brasil os infectados ultrapassam 135 mil, segundo dados do Ministério da Saúde. A Covid-19 já atinge 381 cidades paulistas.

Bálsamo não registra casos positivos.

Segundo o Diretor Municipal de Saúde, Dr. Manuel Silva, Bálsamo não possui casos confirmados, mas não se pode relaxar. “A luta é diária e nossa equipe não tem medido esforços para continuarmos zerados nesta pandemia”, disse.

Para o prefeito Du Lourenço, o achatamento da curva depende exclusivamente da consciência das pessoas. “Em Bálsamo notamos a preocupação dos moradores que se transformam em fiscais e orientam um a um, isso faz com que ficamos fora dos registros positivos e, com a graça de Deus, vamos passar esta quarentena ilesos. Temos um povo humilde e ordeiro que sabe respeitar o que diz as nossas autoridades em saúde pública”, comentou.

Bálsamo se destacou na região por ser a única cidade que está distribuindo máscaras e álcool em gel para todos os moradores. No início da pandemia, profissionais da saúde foram de casa em casa entregarem folhetos de orientações e os materiais para proteção individual, além das indústrias que não pararam de produzir na pandemia.

“Além disso, temos nossas profissionais trabalhando no Fundo Social, confeccionando máscaras e assistentes sociais realizando cadastros de moradores carentes em programas assistenciais e distribuição de cestas básicas. Estamos atentos e preocupados na proteção do nosso povo”, finalizou o prefeito Du Lourenço.

Comentários

Indique para um amigo

Use este formulário para indicar esta postagem para um amigo.

 Digite o texto no campo abaixo.

Mais notícias sobre Cidade